AJL_5 Poker Blog

Archive for Julho, 2011|Monthly archive page

Um Julho

In Balanço, Coaching, Poker, Reflexões on 28/07/2011 at 13:29

Foi um mês de Julho interessante, a vários níveis.

Como tem sido hábito nos últimos meses, a vida é boa e tudo corre bem ao início, e a vida é ingrata e fml mais para o fim. Mas vindo do nada, e como é hábito nas epifanias, julgo ter encontrado parte da resposta neste artigo do Jared Tendler. Muito provavelmente, como eu queria acreditar, a razão não é a variância e o facto de ter os meses divididos em dois não é pura coincidência. O cansaço acumulado do qual não me apercebia pode estar a ter uma boa parte da responsabilidade. Por uma razão ou por outra, pouco tenho jogado nos últimos dias dos meses. O que me leva a começar sempre com muita vontade e total disponibilidade. Mas entretanto tenho grindado forte e feio em grande parte do tempo disponível, sem praticamente qualquer dia de paragem ao longo do caminho. E, para ser sincero comigo mesmo, e olhando para a BD, há muitas asneiras feitas nos últimos dias que eu sei que o são mas que faço na mesma. O que pode muito bem ser, para além de parvoíce, cansaço. Assim sendo, decidi que a partir de agora, e até prova em contrário, vou tirar pelo menos um dia por semana para não pensar sequer em poker. Nem muito nem pouco. Nem que tenha tempo e me apeteça. E daqui a uns tempos faço o balanço para tentar perceber se isto me ajuda a evitar o burnout.

Desta forma, posso dizer que encerrei o mês de Julho e posso fazer o balanço. Rakei pouco mais de 4k€, com uma percentagem de rakeback bem jeitosa, o que sabe sempre bem. Nas mesas, tive a tal swing da ordem, sendo que a parte down da mesma foi maioritariamente em NL100, o que até é um bocado contra-senso, pois estou a bater NL200 por valores bem decentes. É a viding

As minhas stats em NL200:

Em relação ao coaching, tem seguido como planeado e já posso dizer que retirei informação suficiente das discussões para ter valido o investimento. O próximo passo é fazer eu próprio um vídeo a jogar, tentando implementar as alterações que fomos percebendo serem positivas. Vamos lá ver se não tenho que o gravar muitas vezes… :^p

Quanto aos dias que faltam, vou jogar o Casino Estoril Poker Challenge este fim-de-semana e aproveitar para fazer a tal recuperação para começar Agosto em força.  Depois faço uma entrada só a falar disto, se não der muita barraca.

E, para a semana, espero ter aqui umas novidades interessantes quanto ao meu futuro e a um projecto para o qual fui convidado. Me aguardem… :^)

Anúncios

Visitas e afinal não é bem assim…

In Balanço, Hand History, Poker, Reflexões on 22/07/2011 at 09:54

Tenho ficado agradavelmente surpreendido com a quantidade de visitas que o blog apresenta, especialmente nos dias em que escrevo. Só na quarta-feira passada foram 192, mesmo depois de uma semana sem entradas novas. É óbvio que em termos relativos isto não é nada,  se comparar com um blog como “O Cantinho do Coimbra”, por exemplo (falando do qual, é dali que vem boa parte do meu tráfego). Mas, para um espaço com 2 meses, sinto que está a crescer bastante depressa. Vale o que vale, mas é engraçado saber que anda por aí gente interessada em espreitar o que tenho para dizer.

No entanto, penso que o facto de não ser possível ver o número de comentários feitos a um post sem abrir a respectiva ligação faz com que a interacção seja muito reduzida. Se não vemos comentários feitos não temos curiosidade em ir lê-los, e se não temos curiosidade em ir lê-los, menor é a probabilidade de nós mesmos escrevermos qualquer coisa. Mas neste tema de blog não dá para ser de outra forma e já me estou a afeiçoar a ele, por isso não prevejo grandes mudanças num futuro próximo.

Quanto ao “ah, e tal, afinal parece que não é bem assim”, posso dizer que tudo estou a fazer para passar a runnar bem nas duas primeiras quinzenas do mês, como prometido aqui. Tirando o primeiro dia, que foi terrível e com o qual ainda tenho algumas contas a ajustar em Agosto, a Entraction e respectivos utilizadores continuaram a ser bons para mim.

Assim sendo, desde a meia-noite de dia 16 até agora, temos isto:

As stats continuam parecidas às que podem ver no link que coloquei ali em cima (que são de dia 1 a dia 8 deste mês), podendo-se dizer que estou um bocadinho ainda mais macaco preflop.

E, para terminar, aqui fica a mão da semana: http://weaktight.com/3757190. Tilt? Soul reading? Bruxaria? Parvoíce? Provavelmente. :^p

1 a 15 de Julho

In Balanço, Coaching, Poker on 20/07/2011 at 03:34

Como prometido, não voltei a postar as mãos que tenho discutido com o Keyser. :^)

Por um lado, também não tem havido muitas discussões. Estive o fim-de-semana sem jogar devido à antecipada pazada de mudança de quinzena. Como tinha previsto, nos primeiros quinze dias foi sempre a subir. E assim que fiz a primeira sessão no dia 16, ia indo todo. Ou quase. Consequentemente, só ontem à noite voltei a contactá-lo no skype, mas também ainda não tive resposta.

Como quero ir jogar ao Estoril no final do mês, tinha que rakar 80€ na Unibet para ter direito ao pacote. E foi isso que fiz no domingo à noite, nas sempre tão giras mesas anónimas (NL50 e um bocadinho de NL100). Decidi jogar ainda mais LAG do que o normal, para rakar mais depressa e para me meter em spots mais complicados, de forma a ter uma boa quantidade de mãos para discutir e tentar recuperar algum do tempo desperdiçado. Basicamente, fui “destil(t)ar” o que me faltava, para voltar de cabeça limpa à Entraction.

Se mais para a frente apanhar um dia sem nada para fazer, vou criar uma página aqui no blog só para meter as mãos e respectivas justificações para as linhas que tomei. Entretanto, vou deixar o link para a minha conta do weaktight no título por algum tempo, caso alguém tenha curiosidade de ir espreitando. Podem espreitar em http://weaktight.com/AJLima5.

Para colorir o post, e também como brag, aqui fica o gráfico de NL200, em big blinds, relativo aos primeiros quinze dias de Julho:

Primeira Sessão – Update

In Coaching, Hand History, Poker, Session Review on 11/07/2011 at 19:41

Pouco depois de submeter o post anterior, o Keyser apareceu no Skype e estivemos a discutir as mãos. Não vou tornar pública toda a conversa, mas aqui estão os links para o weaktight e as minhas justificações para as linhas que tomei, em Inglês (entretanto desbloqueei os resultados todos):

A9o:
I only had about 30 hands with this guy, but his stats were already 50/13. I guess the flop vbet is standard, and it’s always a bet-fold. The turn changes nothing and he will probably keep calling with the flush draw. What about now? I won’t be called by a worst hand, unless he’s brain dead. But the K is just a small part of his range…

77:
This one is against a reg (I have 1k hands of him) with 29% open from the CO. Flop CBet 69% and Turn CBet 47%. I can’t play here just for setmining, because his range is wide. The Flop call is my standard play. The turn I think I can also call and reevaluate the river. But there will be tons of cards I won’t like, if he keeps barreling. Any heart and all the cards above 9 will be bad for me. I guess he won’t bet all of those, but everytime he does, I’ll be left guessing. So, I opted to raise, intending to raise-fold, trying to fold out 99-TT and all the overcards that would still have some equity for the river. And, adding to that, I’ll make him refrain from barreling me in the future.

AA:
This one is similar to the first one. And it’s against the same guy. Maybe I could bet a little bigger on the flop. The turn I should have probably bet a lot bigger. I think I was trying to induce a K to raise. But, looking at his AF, he would never do that. On the river, I was about to fold, because his betsizing was different from the first time. So, I thought that the flushdraw was less likely. However, I’m a calling station, and the odds where good. :^p

A4s:
This one I think I fucked up. He’s a 63/37 over 123 hands. The preflop call is obviously very marginal. Even though I’m way ahead of his range. I do this kind of donkbets “all the time”. Of course I don’t want to call down with bottom pair. If I get raised, I fold. Because this kind of guys will never raise here unless they have an overpair or something like a set. On the turn, my stupidity shows up. The check-raise on this blank will make him fold just about nothing (maybe a pair of 33, which I’m ahead of). But it shows a lot of strenght and will very likely give me some fold equity on the river if I decide to go all the way with the stupidity. And now what?

KK:
Me trying to slowplay… This is an obvious 3bet most of the time. It should have been here, too. My reasoning is that the table was full of regs, the BB was somewhat spewy, the PFR had a fold to 3bet very high. His flop cbet is 36%. So, he’s very likely strong there. I guess there’s merit in raising here and I should have done that. What do you think about the turn call? I can’t raise here. But can I fold? And there comes the river: any value in betting thin here? Or just a checkback?

Não me estou a ver fazer isto todos os dias. Aliás, duvido até que tenha paciência para enviar 5 mãos com comentários por dia para ele. Ou vou começar a ser realmente selectivo e mando só 1 ou 2 ou vou enviar apenas com stats do adversário. No entanto, mesmo tendo sido pela noite dentro, acho que a discussão teve bastante valor e consegui descobrir algumas coisas que posso ajustar (tirando os óbvios erros e spews, claro :^p) .

Eia, tanta letra. Acho que precisamos de um:
Post saver!

Primeira Sessão

In Coaching, Session Review on 11/07/2011 at 04:06

Acabei de enviar agora as 5 mãos do dia para discutir com o coach.

 

A sessão correu-me assim:

 

 

A jogar assim:

Como os meus comentários às mãos foram escritos em Inglês, não vou colá-las agora aqui. Amanhã, se tiver paciência, traduzo e passo para cá. Se não tiver paciência, provavelmente passo na mesma, mas como estão.

E pode ser que entretanto já as tenha discutido.

 

Off to sleep now…

Coaching

In Balanço, Coaching, Poker on 08/07/2011 at 23:38

Estou aberto a candidaturas de jogadores de NL20 até NL50 que pretendam coaching de um grinder experiente e ganhador até NL1000. Vou aceitar até 5 alunos.  O pagamento será feito de acordo com o profit. Para mais informações adicionem-me no MSN ou no Skype.

Estou a brincar :^D. Como tinha escrito no título do blog desde a entrada de 7 de Julho, vou entrar num esquema de coaching durante o próximo mês. O tópico dele no 2+2 é este. Resumidamente, consiste numa revisão de base de dados em vídeo, seguida de análise de mãos que vou marcando enquanto jogo, seguida de um vídeo de moi-même a jogar que depois terá comentários feitos por ele, como balanço final:

– Enviei-lhe a minha base de dados dos últimos tempos (aproximadamente 70 mil mãos), que foi analisada e comentada em forma de vídeo de aproximadamente uma hora a dissecar o meu jogo, com “sugestões de trabalho” para as leaks que encontrou. Espero receber o ficheiro ainda durante a noite de hoje.

– Depois, e até mais ou menos ao fim do mês, vou enviar-lhe uma média de 5 mãos por dia relacionadas com os problemas apontados. Essas mãos serão analisadas e discutidas pelos dois. Uma das sugestões que ele tem no tópico é a criação de um blog para postar essas mãos. Ainda não decidi o que vou fazer, mas provavelmente algumas serão mesmo colocadas aqui. É uma forma de ir tendo conteúdo que normalmente agrada a quem lê este tipo de espaços. Por outro lado, não me parece que tire grande vantagem em expor completamente o meu jogo e as leaks encontradas. Por isso a discussão, tirando talvez algumas situações específicas, vai ser feita em privado.

– No final do mês vou gravar eu um vídeo, que poderá ter ou não comentários da minha parte. Ainda tenho que pensar bem se vale a pena. Se, por um lado, acrescenta informação útil para ele analisar, pois é mais fácil criticar conhecendo o raciocínio de quem jogou a mão, por outro lado vai fazer com quem a concentração na sessão em si e em cada uma das decisões fique prejudicada, principalmente por ter de ser feito em Inglês. Lá chegaremos…

E, para não ser só texto, aqui ficam algumas estatísticas relativas aos dias de 1 a 8 de Julho (estou tão orgulhoso do meu W$WSF :^D):
NL100/NL200Tenho perto de 600 mãos a mais de NL200 em relação a NL100. Em termos globais, estou a runnar muito bem. Parece que se está a tornar um hábito na primeira quinzena de cada mês. O objectivo é fazer com que passe a ser assim nas duas primeiras quinzenas de cada mês.

Reads vs Regs

In Hand History, Poker on 07/07/2011 at 22:40

O chegar a níveis em que os regulares são em menor número e onde grande parte já pensa naquilo que fazem (nem sempre necessariamente bem), leva à criação de dinâmicas que ultrapassam uma única mesa ou sessão. Quando nos vemos confrontados com adversários de quem temos uns milhares de mãos, por nos termos encontrado diariamente durante semanas ou meses, e que jogam um número reduzido de mesas (até 4 ou 6, no meu caso, dependendo da sua capacidade de multitablar de forma “consciente”), temos que partir do princípio que estes terão algumas indicações acerca da nossa forma de jogar. Ou seja, vão-se criando as tão famosas “reads”.

Para quem se dá ao trabalho (e aqui confesso que podia fazer mais uso desta área do jogo), há um mundo de padrões à espera de ser decifrado. Desde linhas de jogo, a betsizings, passando pelas conversas no chat ou timing tells, tudo pode e deve ser escrutinado, à procura de novas formas de tirar proveito das fraquezas dos adversários.

Seguem alguns exemplos:

http://weaktight.com/3729930
Este senhor é um dos regulares mais regulares da rede nos últimos tempos. Na minha amostra de mãos é um dos mais ganhadores. Tem uma particularidade: a % de mãos que abre não cresce muito com a posição (nem no botão). Assim sendo, tem normalmente um range forte posflop, pois apenas abre mãos decentes. O que leva a que não seja muito amigo de largar a raises no flop. Neste caso optei pelo call porque nas blinds estavam dois sapos e tinha esperança que se juntassem à festa, ou melhor, que se lembrassem de squeezar. No flop ele sabe que eu vou raisar ali draws (e talvez também saiba que vou raisar bluffs). E eu sei que ele não vai largar grande coisa.

http://weaktight.com/3729957
Este é um regular um bocado mais manhoso. Vai sempre 3betar o topo do range ali. E duvido muito que polarize a 3bet. Depois, raramente foi visto a foldar a uma cbet. Mas também raramente não folda a dois barris. Por isso o checkraise no turn, no qual ele vai continuar a dar call com os draws, não tendo ali qualquer combinação de 2 pares que me ganhe. No river, tendo falhado todos os draws, apenas QJ está à frente. E ele não overbet shova QJ. :^)

Isto não foi bem para o caminho que tinha previsto, porque dá uma grande trabalheira percorrer a BD à procura de exemplos que se encaixem no que queremos demonstrar. Mas encontrei ali uma série de mãos marcadas contra alguns sapos que têm a sua piada. Numa das próximas entradas posto isso.